do estado da nação


O capitalismo é um sistema perverso no qual o dinheiro é a arma. Quanto mais armas houver, melhor o sistema funciona, mesmo que isso implique haver atiradores e alvos, e muitas, muitas vítimas, que proliferam como insetos agonizantes no exterior paupérrimo dos arsenais. 

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...