da qualidade dalguns momentos


   Descobriu o momento perdido. Estava caído no chão no seu caminho de todos os dias. Olhou em volta - como se fosse um crime tentar recuperá-lo - e enfiou-o no bolso da camisa. Má escolha! Era um mau momento, e devorou-lhe o coração.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...