Cinco amigos


   Todos os anos, à mesma hora do mesmo dia do mês, quatro pessoas reúnem-se na casa dum amigo falecido para evocar a sua morte. Não trazem nenhum médium, cartas, espelhos, incenso. Cada um deles traz apenas um objeto singelo; montando os quatro objetos obtém-se uma arma, um revólver, a arma com que o mataram. É só isso que eles fazem. Montam a arma, olham-se numa comunicação sem palavras e voltam a desmontá-la, para cada um regressar a casa com a sua parte, e com a certeza de que o segredo se mantém completo e intacto.  


Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue