Miniatura 20

   Diante do espelho, e já com o fato escuro vestido e armado o nó da gravata, esboçou um sorriso. Não gostou do sorriso que esboçou, apagou-o e esboçou um novo. Este agradou-lhe um pouco mais. Era um sorriso a meio-gás, com a linha do lábio torcida num desprezo divertido mas, ainda assim, com o seu quê de dignidade, de respeito de circunstância. Olhou pelo canto do olho e certificou-se de que a mulher estava absorta com ela própria, com o drapeado da saia do seu conjunto cinza-escuro; e, antes que ela o censurasse por isso, fixou o seu próprio sorriso com tinta permanente, e considerou-se, finalmente, preparado para irem ao maldito velório.

Mensagens populares deste blogue

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue

A viagem