INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

A lenha e o fogo



   A jovem era mesmo bela, para quem gosta de mulheres de pele metálica, olhos artificiais com safiras incrustadas no lugar das pupilas e cabelos encordoados de barba de milho. O Homem de Lata gostava. Seguia-a por todo o lado, cortejando-a, como se dizia no tempo dos nossos avós. Adulava a sua beleza, tecia piropos melosos à sua beleza e à beleza da sua voz, e orquestrava gestos galantes à sua passagem. Fosse o Universo uma pauta de uma só nota, e aquela mulher era a única nota verdadeira para o Homem de Lata; tivesse a vida apenas mais dois segundos de duração e o Homem de Lata não poderia imaginá-los sem ela.
  Ainda que fosse incerto o destino dessa paixão, o que era certo é que o Homem de Lata encontrara finalmente o coração.

Geena

                No rincão das matas enegrecidas, onde as árvores carbonizadas se assemelhavam a costelas fraturadas do corpo de uma ...