INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Eles existem

   "Eu sou um anjo!".
   Ela confirmou, muito surpreendida - vestes brancas, tez pálida com sobrancelhas douradas, asas enormes, dobradas, cujas pontas lhe tocavam no calcanhar.
   "O que é que tu fazes ao certo, anjo?".
   Ele agitou-se um pouco com um ruído mecânico e repetiu a gravação:
   "Eu sou um anjo!".


Sem comentários:

Enviar um comentário

O Processo de Jesué Nazareno

     Texto original que foi submetido a um concurso literário (sem sucesso), transita aqui para o arquivo morto desta página, para o caso da...