INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Alzheimer, ou a reminiscência


   Na mitologia grega, depois de morrerem, os mortos cruzavam o rio Letes, onde se esqueciam de tudo.
   Aos que isso acontecera em vida, porque um génio ou um deus lhes apagara a memória, ou porque se haviam alimentado da flor de lótus durante demasiado tempo, os guias do mundo inferior conduziam-nos ao rio Mnemósine, onde todas as recordações regressavam aos seus espíritos vazios antes de atingirem as planícies eternas.

Geena

                No rincão das matas enegrecidas, onde as árvores carbonizadas se assemelhavam a costelas fraturadas do corpo de uma ...