INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

propósito nobre

   - A jogar no trabalho? - perguntou-lhe o patrão, depois de se aproximar sorrateiramente dele.
   - Não, eu não seria capaz disso! - afiançou, muito rápido - estou apenas a tentar evitar que estes tetraminós azuis em queda destruam a nossa preciosa cristaleira de porcelana chinesa, a lutar com os tês roxos para afastar as suas arestas cortantes das nossas tapeçarias expostas e a fazer tudo por tudo para que os éles azuis e laranja não obstruam a entrada da nossa loja e impeçam a entrada dos clientes, ou que se amontoem até ao tecto em cima de todos os que aqui estamos, provocando uma completa asfixia geométrica.
   - Então, e como de costume, não estás a fazer bem o teu trabalho, porque deixaste que uns bizarros cubos vermelhos caíssem à porta da loja, roubando o estacionamento aos clientes que eventualmente queiram parar aqui à frente.

Geena

                No rincão das matas enegrecidas, onde as árvores carbonizadas se assemelhavam a costelas fraturadas do corpo de uma ...