Uma manhã diferente

   A cidade acordou diferente esta manhã, mais alegre e colorida. Por todas as ruas do centro, haviam estado a atar balões de um azul vivo nas antenas dos carros. Foi engraçado e diferente e alegre passear por ali e ver tantos balões a baloiçar na brisa. Pelos dizeres dos balões, apercebi-me de que se tratava duma campanha publicitária a um modelo de automóveis. Isso, eu dispensava, porque me basta o meu carro de estimação, fiável e antigo como um cão leal. Deixei-o estacionado na rua e agora não o encontro. Também devem ter atado a corda dum balão à antena. Talvez o venha a encontrar, se continuar a olhar com atenção para o céu.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue