longe da verdade

- Queres sinceridade? Pois bem, cheiras mal, toda a pestilência e cheiro a podre do mundo são um eco simpático do cheiro fétido a merda do teu ego e do teu carácter. O que é que dizes da minha sinceridade?
- Que estás a ser insincera, o amor que sentes por mim é que origina esse teu discurso amável e bondoso...

Mensagens populares deste blogue

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue

A viagem