sem futuro

     Era uma pessoa sorridente mas de uma tristeza devastadora. E como todos os palhaços e gargalhadores profissionais e fabricantes de anedotas; andava desfasado, distante, do lado engraçado da vida, do bom humor e da alegre fruição da vida. E isso fazia dele um absurdo tão grande que não sobreviveu ao ponto final desta frase.



Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...