Retweet 4

   O aderecista acordou pela manhã. Abriu a janela, olhou o céu e não gostou do céu que via. Mudou-o.



3 comentários:

  1. A ideia é boa, acho que merecia ser escrita sem repetir a palavra céu.

    ResponderEliminar
  2. Tens razão, Angela, mas não me soou mal

    ResponderEliminar
  3. claro que não está mal! Não é um céu de chuva! :D

    ResponderEliminar

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...