I've Been Hurting You Too Long

   Estava farta, já era demais! Cada palavra sua era um golpe ou um breve escárnio, e cada frase, uma promessa latente da violência que se ia acumulando. Queria dizer-lhe, que ele não tinha o direito de a tratar daquela maneira, reagir, impor-se. Mas acabou por guardar as palavras, envoltas em silêncio. Guardava-as sempre. O medo falava mais alto.


Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...