Frankenstein

«O nosso filho tem jeito para miniaturista - gabou-se o gigante à sua esposa, todo embevecido - vê só como ele cria novos seres a partir das criaturinhas corredoras da aldeia!».

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...