INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Porto Novo

    Quem chegou primeiro foi o historiador auto-didacta, e romântico, que afirmou que as gentes deste lugar eram descendentes de marinheiros, fenícios ou púnicos, e que tinham o sangue espesso por causa das areias do deserto e das cinzas do moloque esfaimado. O genealogista, rindo interiormente com a sobranceria inspirada pelos livros que lera, negou a generosa fantasia, pegou em papéis, certidões e fotocópias de livros de assentamentos, e desenhou os primeiros ramos da árvore, até há cinco ou sete gerações atrás, tudo muito miúdo, minucioso e esmiuçado, com casamentos, parentescos e descendência. Foi, até onde conseguiu ir, e depois enfiou o orgulho nas algibeiras.
  Outro historiador, este, de mais fôlego, pegou nos apelidos e, foçando nos arquivos, recuou até onde podia recuar, até ao útero da palavra escrita. Vencido pelo silêncio dos nomes, deu o seu lugar ao arqueólogo e ao antropólogo, que andaram para um lado e para o outro com o ADN e com as evidências comprovadas, mas não conseguiram mais do que modelos teóricos de migrações e povoamentos, no meio dos quais se perdeu a pista á origem das gentes deste lugar.
   No final, depois dos seus oponentes terem desistido, regressou o historiador auto-didacta, criticado, ostracizado, e agora redimido pela impotência das outras mentes; historiador que, entretanto, lera aturadamente poesia, e que não precisou de muitos elementos ou estudos para surpreender o brilho das constelações nos olhos destas gentes. Os seus ancestrais, afirmava agora, não eram marinheiros antigos do Mediterrâneo, mas antigos navegantes interplanetários, e tinham o sangue espesso e negro devido às tempestades furiosas na superfície dalgum planeta gigante. E às suas origens ou às suas viagens entre as estrelas, tinham ficado a dever os seus hábitos sonâmbulos, e os sonhos recorrentes sobre o nascimento doloroso e ígneo de mundos, e a eclosão de criaturas estranhas em ovos de vidro suspensos sobre abismos cor de salitre.
  Depois dessas afirmações, ninguém dos outros homens de ciência o contestou. Antes pelo contrário, defendem-no e, ocasionalmente, fazem-lhe companhia enquanto ele grava os relatos dos habitantes de Porto Novo, desfiados enquanto aprestam os seus barcos de nomes bizarros, ou decoram com estrelas e símbolos os ovos de louça saídos das suas oficinas de olaria.


Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...