O polícia traçou uma linha branca no alcatrão da berma da estrada. 
- Caminhe sobre ela, um pé à frente do outro! 
Ele assim fez mas, ao segundo passo, a linha começou a esticar-se mais e mais à sua frente. Crescia e serpenteava como uma cobra, torneou a base dos morros mais próximos e tomou o caminho da montanha pelo V do vale. Com ele a correr atrás, um pé à frente do outro, correndo muito para não a perder, enquanto os polícias sopravam nos apitos sem saber bem porquê.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue