Ansiedade


   Podia dar-lhe para pior, porque agora crê que é uma mariposa, e anda dum lado para outro a agitar as asas, braços, digo, e a chocar contra as paredes do estômago.


arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...