Os olhos são as janelas da alma, as janelas são os olhos da casa. Quando fechamos os olhos, sonhamos, vemos para dentro. Quando se fecham as janelas à casa, ela sonha connosco, a sua alma.


1 comentário:

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...