Trabalhador dedicado e obediente, um cidadão empenhado de modos finos e educados, leal na amizade, na política e no desporto; mostrava-se atento aos sucessos e problemas do mundo e da sociedade. 
À entrada de casa, ao lado do bengaleiro, tinha um cabide onde pendurava a máscara que estivera a usar (nunca ninguém vira o seu verdadeiro rosto).

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue