INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página
- Mãe, o pai já não tem emprego? - perguntou a rapariga.
- Tem, mas mandaram-no ficar em casa uns tempos, a ver se as coisas melhoram...
- É que ele passa o dia sentado no sofá a olhar para a rua, já não fala com ninguém e perdeu o sorriso.
- Vais ver, ele anda à procura do sorriso, e quando o encontrar, as coisas voltam todas ao normal.
- Não sei - e baixando a voz, para não ser ouvida pela figura imóvel sentada no sofá - era melhor tu ajudares, sabes que o pai não é capaz de encontrar nada sozinho!

1 comentário:

Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...