INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Crónica anacrónica

O infortunado nasceu com os cabelos brancos e a pele enrugada dum velho, e mesmo aqueles que o amavam, não podiam deixar de admitir que era um bebé feio como tudo. Mas a consternação geral foi suavizada pela descoberta de que o tempo ia elidindo as causas desse choque inicial. Aos poucos, com os anos, a criança tomou a pele macilenta e os cabelos descorados da meia-idade, e mais tarde, pelo mesmo número de anos em que deveria ter-se tornado um jovem, tornou-se à mesma um jovem em percurso inverso. Ao contrário dos demais, o tempo marchava a favor, e era generoso. Num abrir e fechar de olhos, o bebé que nascera velho, tomou a figura dum adolescente magro e com acne, pela mesma altura em que os familiares e amigos da família começaram a interrogar-se sobre qual seria o desfecho desse processo caprichoso, e debatiam-no com ardor nas reuniões familiares e nas mesas dos cafés. No meio de tamanho frenesim filosófico e existencial, a mãe do visado preferiu não esperar por respostas, e emigrou apressadamente, sentindo-se como se sentia, velha e incapaz de voltar a carregar um filho no ventre.

A sombra dos dias

               Um galão direto e uma torrada com pouca manteiga  - pediu a empregada no balcão à colega. Podia até ter pedido antes,...