O soldado e a bailarina

- Dormi mal esta noite, doem-me as pernas! Não sei como vou conseguir dançar assim...
- Eu levava-te comigo a umas termas, mas dou-me mal com o calor - referiu o soldadinho de chumbo, pesaroso por não poder ajudar a quem ama.
- Obrigada, não há-se ser nada. Penso que se deve à mania que a  minha dona tem, de estar a arrancar e a colocar de novo as minhas pernas.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue