Estratégia de êxito

Apesar da troça e do desprezo de conhecidos e vizinhos, a avestruz Penastoc até se dava bem com o subterfúgio de enterrar a cabeça na areia quando pressentia ou avistava problemas, o seu gesto desconcertava os predadores, e conferia-lhe uma protecção eficaz em dias de tufão ou queda de granizo. Mas a estratégia revelou todas as suas deficiências, no dia em que Penastoc avistou um caçador na altura em que cruzava um campo de minas.

3 comentários:

  1. Sabe José,
    hoje, por causa de assuntos sobre leitura e compra e venda de livros, estava dizendo ao meu marido que venho sempre aqui a ler seus textos com real prazer.
    A conversa foi comprida, mas fica a certeza de que, com tanto a ler, só nos detemos no que, de fato, nos interessa e encanta.

    ResponderEliminar
  2. Olá, José Eduardo.
    Foi um prazer ler seus escritos.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Liége, obrigado pela visita e pelas palavras! Abraço

    Ângela,obrigado, (e obrigado tb pelo mail). Uma boa parte dos meus hábitos de leitura passa também pelas páginas web e e-books, e tenho uma vintena de autores que acompanho quase-clandestinamente, e que, no conjunto, formam o meu "livro-em-actualização". Vantagens da tecnologia :)

    ResponderEliminar

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...