Da mudança

“Levem tudo!”, tinham sido as instruções expressas para a empresa de mudanças. Os funcionários da empresa cumpriram o melhor que souberam, e procuraram levar tudo na mudança, da cama de casal e das máquinas de lavar á corda de nylon do estendal, e as molas de roupa caídas no chão. Mas não levaram tudo. Ficou esquecido o pato amarelo de faiança que decorava o relvado da casa, e ele não se importou com isso porque não era de mudanças. Era um pato apático.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue