"O" livro para ler numa ilha deserta

Naufragou sozinho numa ilha deserta, e inventariou os salvados do navio. Algumas roupas, madeira despedaçada de contentores, e uma mala, uma apenas, que arrastou sem demora para longe das ondas. Abriu-a. Mais roupas, um candeeiro de estirador, e um livro, milagrosamente enxuto. Leu o título - As Mil e Uma Noites.
- Super! - exclamou - um livro do Kama Sutra, mesmo o que eu precisava para combater a solidão!
Encostou-se à árvore, e ao ler o livro, a sua iliteracia emergiu com nitidez. Não era o Kama Sutra, mas deu-se conta de que, enquanto lia, não se sentia só.

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...