A casa onde vivia tinha vizinhos peculiares, matemáticos, físicos, filósofos, técnicos estatísticos. Às vezes dava consigo a pensar que a vida o tratara com alguma crueldade, porque entrara já na casa dos quarenta e encontrava-se a viver num bairro problemático.


Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue