Adicto 2

Fumava muito, e tossia com frequência, é da cigarreira, comentava com os amigos. Um dia, no regresso a casa, o carro que conduzia derrapou no piso molhado e embateu contra uma árvore. Levado ao hospital, constataram que não parecia ter nada partido mas, como se queixasse de dores no peito, fizeram-lhe exames. Estes indicaram que não havia ossos partidos, mas que padecia de tuberculose em estado avançado. A enfermeira contou-lhe, rematando: “deve dar graças a Deus pelo acidente, assim, ainda pode ser tratado!”. Ele abriu muito os olhos, como se ela falasse chinamarquês, e inquiriu: “Quer isso dizer que eu não posso fumar?”.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue