Conversa de charco

«A nossa tradição não vale uma mosca – lamentou-se o sapo – não é que eu beijei uma princesa nojenta, e ela ficou na mesma?».

2 comentários:

  1. nah, nah...o sapo não sabe o que diz. Na mesma não acredito.

    ResponderEliminar
  2. O ponto de vista do sapo é muito bom!
    Concordo que princesas devem ser nojentas e que a tradição já foi... para além do brejo!

    ResponderEliminar

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...