INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Confrades

A mulher apanhada pelas ondas, vê-se aflita para se manter á tona da água, e pede ajuda aos gritos. Mas não há ninguém por perto, apenas gaivotas, mas como repete o pedido com desespero, acaba por ser ouvida e surge-lhe, a flutuar sobre as ondas, dois seres que lhe parecem familiares – Elvis Presley a surfar sobre uma guitarra, e Michael Jackson a fazer moonwalk em cima dum pato de borracha gigantesco.

- Viemos ajudar-te – anuncia Elvis – fomos reis na terra, e agora fomos eleitos anjos, para proteger as pessoas e fazer milagres.

Elvis estende-lhe um colar de maciços elos dourados, onde ela se suspende. É transportada pelos ares até á praia, onde firma os pés.

- Sentes-te bem? Precisas de mais alguma coisa? – Pergunta Michael Jackson entre dois gritos agudos.

- Sinto-me agoniada, mas vocês não têm a culpa. Digam ao vosso chefe, que os gostos musicais dele deixam muito a desejar.


3 comentários:

  1. Achei o conto muito divertido, mas não gostei desta senhora. Eu a afogaria depois desta. Mas agradecida e pra mim, de mau gosto!

    ResponderEliminar
  2. Mal agradecida e hipócrita, ela é, decerto. Numa situação hipotética como aquela, eu preferiria fazer companhia aos peixes do que ser salvo por Elvis ou Michael Jackson

    ResponderEliminar
  3. Questão de gosto. Não sei como seria conviver com estes astros, difícil por certo. Mas aprecio sua arte e os considero geniais no que se propuseram.

    ResponderEliminar

Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...