As lições da História

Conduzia o seu carro por uma estrada entre pinhais quando viu a figura humana caída no alcatrão. Investiu-se das suas qualidades samaritanas, parou o carro e aproximou-se do infortunado enquanto sacava do telemóvel para ligar para o número de emergência. Não era um acidentado, mas um pulha, que se levantou dum salto com um revólver na mão, espancou-o, e roubou-lhe a carteira e o carro, deixando-o semi-inconsciente, caído no alcatrão. Um pouco depois surge um outro carro na estrada, e o condutor vê-o deitado no alcatrão, mas, em vez de parar, acelera o carro e atropela-o (já fora roubado naquelas paragens e não o voltavam a enganar!).



Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue