INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

O seu coração era um livro aberto, aberto a todos. Um livro escrito numa língua morta, num país de cegos, com hieróglifos que só ele conseguia interpretar.

(Mas orgulhava-se da disponibilidade do seu coração).

1 comentário:

  1. Muito bom!
    Só faltava se queixar por não ser compreendido e nem correspondido!

    ResponderEliminar

Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...