António Fé tentou mover uma montanha e não conseguiu.

(só há uma moral para esta história: as montanhas são sexistas).

1 comentário:

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...