O homem que trabalha ao seu lado no camião do lixo chama-se Marmota, e o condutor, Raposa, na desinfestação da lixeira, há um Lobo, um Leão, e um Pescada. E todos falam pelos cotovelos, mesmo com aquele cheiro no ar e as moscas a quererem enfiarem-se nas suas narinas. Até nem desgostava de trabalhar com eles, mas só agora compreendia a razão do seu padrinho lhe ter dito que lhe iria arranjar um trabalho fabuloso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...