Pensando melhor

Para não deixar pistas á polícia, calçou umas luvas de borracha e compôs o pedido de resgate, montando-o com letras recortadas do seu diário pessoal. Mas achou que isso não era infalível, e escreveu-o em letra de imprensa nas costas dum aviso de cobrança dos Correios.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...