Crise pessoal


Quando a família e todos os amigos se juntaram em casa da aniversariante, já havia sinais de que aquela não iria ser uma festa de aniversário comum, os dígitos daquele dia haviam sido recortados em todos os calendários espalhados nas paredes da casa, e, sem que o pudessem saber, também havia sido apagado o dia no calendário do ambiente de trabalho do Pc, e no relógio electrónico do pulso da homenageada. Para coroar essas prenúncios, a aniversariante não compareceu à sua própria festa e não deu sinais, nem foi decantada com os angustiados telefonemas para hospitais e esquadras da polícia. Finalmente, apareceu, poucos minutos depois da meia-noite, airosa e sorridente, com o cabelo arranjado e as unhas pintadas. Os poucos que ainda se haviam aguentado pela casa, podiam afirmar que os anos pareciam não passar por ela.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue