Nos corredores e desvãos das lojas de velharias, há escarradores lindos em porcelana sobre tripés metálicos. São quase todos de fabrico estrangeiro, francês, alguns até ostentam imitações de gravuras estilo império, e elaboradas fantasias nos estilos cocó e rococó.
Já não se importam artigos lindos como estes escarradores. Os nacionalistas intervieram, e substituíram os escarradores por pessoas amáveis e bem educadas, nascidas e criadas em solo pátrio, porque a saliva dos portugueses não devia ser desperdiçada.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue