INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Parte de leão

Todos os dias chegava a casa à mesma hora, aquela em que o autocarro 35 o trazia do trabalho e o deixava na paragem situada a apenas cinco metros da porta do lar. Mas hoje, veio no 35 umas horas mais cedo, porque fora sumariamente despedido. Quando saiu do autocarro, não teve coragem de ir logo para casa e explicar o infortúnio à mulher e aos filhos, em vez disso, escondeu-se num café próximo, onde pediu um brandy para ganhar coragem. Já ia no terceiro brandy, sem efeitos visíveis na sua vontade, quando entrou o Alves, um amigo e colega dos tempos da escola. Este notou logo que algo se passava, vendo-o macambúzio e a emborcar brandys numa mesa sombria de canto.
- O que é que se passa contigo? Alguma desgraça?
- Fui despedido - informou, com uma lágrima a perlar-se no canto do olho - deram-me um par de patins e puseram-me a correr.
- Ah, isso! - Suspirou o Alves, e sentou-se à sua beira com um ar de mistério - vou-te contar uma coisa que talvez te possa ajudar, aqui há uns anos estive numa situação parecida, estava endividado e sentado num gabinete a tentar negociar a dívida com uma instituição de crédito, o fulano com que eu falava dizia-me que uma dívida que se deixa crescer é como um balde de cimento fresco onde nós enfiamos os pés, ficamos sem poder andar e a nossa vida paralisa. Nisso, lembrei-me e repeti ao fulano aquela frase do Galileu - e pur se muove, e no entanto ela move-se. Para meu espanto, o fulano ficou muito pálido, e não só cancelou o meu processo de dívida como me disponibilizou uma grande soma de dinheiro para futuros investimentos ou aplicações. Esta história repetiu-se em outras situações de aflição, e em cada uma delas eu repetia e pur se muove, e todos os obstáculos se evaporavam e as pessoas desunhavam-se para me ajudar. Racionalizando a coisa, cheguei à conclusão que a frase do Galileu é a senha dos membros dalguma sociedade secreta que está disseminada por todos os países e sectores de actividade, ela abre portas como uma gazua mágica, basta repetires a frase e todos os teus problemas deixam de existir. Nunca aprofundei, porque também não me convinha fazer perguntas, qual era a natureza e finalidade dessa sociedade secreta, mas podes crer que é um organismo-sombra com um poder impressionante. Experimenta, e depois diz-me alguma coisa.
Agradeceu ao Alves, pagou-lhe um brandy e saiu do café. Será que o Alves estava certo? Já não o via há uns cinco anos e podia não estar a bater bem da bola, mas, por outro lado, não custava nada experimentar. Apanhou o 19 para o trabalho, e na portaria da fábrica, pediu para falar com o gerente. Esperou três horas numa sala com sofás, mas foi atendido. O gerente recebeu-o à porta e apertou-lhe a mão, torcendo o nariz ao seu bafo alcoólico. A gaguejar, proferiu: e pur si muove. O homem ficou branco como a cal, deu ordens para ele se sentar à secretária e informou-o que daria ordens à secretária e aos seus assessores para que o preparassem para exercer o cargo de gerente da fábrica.
Naquela tarde, não regressou a casa no 35, veio no carro da firma, trazendo no bolso do casaco um caixa de charutos cubanos. Sentia-se em beleza, e o resto da semana, além de passar por uma preparação intensiva para gerente de empresa, empregou o seu tempo a solucionar outros problemas comezinhos, fez extinguir a hipoteca da casa, arranjou um carro novo, oferecido, e começou a ver catálogos de lanchas e pequenos iates, porque já estava farto de ir à pesca ao fim-de-semana com uma cana e um balde.
O mundo movia-se, e ele não queria ficar para trás. Acumulou prémios literários por romances que não tinha escrito, distinções científicas por descobertas que não existiam, e títulos de doutor Honoris Causa das universidades mais prestigiadas do mundo. Mas não estava satisfeito, achava que o presidente da república lhe podia conseguir um título qualquer de comendador que o prestigiasse ainda mais e, por bitola suprema, como católico professo e praticante, fez planos para uma viagem ao Vaticano, porque se achava merecedor de uma distinção às mãos do Papa, algo do tipo de Conselheiro para a Praxis Católica.
Estabeleceu os contactos com o Vaticano, não se esquecendo de mencionar a sua divisa mágica, e fez as malas. Na manhã em que devia dirigir-se ao aeroporto para a viagem, acordou muito cedo, madrugada ainda, por efeito da ansiedade que sentia. Não era todos os dias que um tipo é fotografado e filmado a ser recebido pelo Papa. Já vestido e pronto três horas antes do previsto, foi tomar o pequeno-almoço ao café onde encontrara o Alves e, à saída, viu um engraxador de sapatos no passeio, era mesmo do que precisava. Sentou-se no banco e o homenzinho humilde e sujo engraxou-lhe os sapatos, com esmero e aplicação, até ficarem a brilhar. Satisfeito, quis pagar-lhe, mas descobriu que gastara no café os últimos trocos que possuía, e sacou do porta-moedas a frase mágica:
- E pur se muove!
Nenhuma reacção, o engraxador retirou da maleta uma pequena lata de graxa.
- E pur se muove! - repetiu.
O engraxador levantou-se, era mais alto do que parecia. A sua mão listada de graxa estendeu-lhe a lata de graxa.
- São para si! - disse secamente.
- O que tem lá dentro? Moedas de ouro? Diamantes?
- Cápsulas de cianeto. Despeça-se dos seus e tome uma ou mais, que o resultado é o mesmo. Eu sou o Grão-Mestre da Ordem, e o senhor tem abusado da minha divisa pessoal, e não posso permiti-lo. Outros o fizeram, mas ficaram saciados, mas o senhor é diferente, quer este mundo e o outro e nada lhe basta.
- E se eu me recusar, ou obrigá-lo a si a engolir uma coisa dessas?
- Não ia muito longe, trezentas, trinta mil, trezentas mil pessoas se levantariam para o matar, e não tinha buraco nenhum onde se pudesse esconder. Estamos em todo o lado, até dentro da sua família.
Abateu-se sobre o banco, o rosto entre as mãos, em desespero.
- E porque é que é engraxador? Podia ser papa ou imperador, dono de multinacional, prémio Nobel, sei lá...
- As riquezas e as vidas terminam, extinguem-se, e, no entanto, a Deusa move-se!

2 comentários:

  1. maria.c22:31:00

    hoje foi um dia especialmente tenso...e per se move!

    ResponderEliminar
  2. Por estes lados também. Até a Deusa esteve a Lexotan ;)

    ResponderEliminar

Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...