Sonhos

O homenzarrão e o cavalo enfezado ajudavam-se na lida dos campos. Puxava, puxavam, charrua, carregava, carregavam, feno e centeio. Ninguém percebia, que o que unia aqueles dois seres, era a simpatia que sentiam por se verem reflectidos um no outro. O cavalo era pequeno demais para ser um cavalo de corrida, sua persistente fantasia; e o homem enorme, em sua fantasia irmanada, era grande demais para ser jóquei.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue