INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página
É um facto científico, que se pode sangrar por dentro devido a uma grande variedade de causas - a lesão dum órgão causada por um choque ou queda violenta, o rompimento de um vaso sanguíneo, uma dor profunda nascida de uma separação ou rejeição, a violência que nos atingiu com palavras ou agressões, uma experiência longínqua que nos gangrenou nos dias primevos da infância. Nalguns casos, urge a intervenção médica, no sentido de coser o órgão danificado, a veia que se rompeu. Noutros, de nada adianta, abrirem-nos e remexerem nas nossas entranhas. Sangramos e continuaremos a sangrar por dentro, enquanto houver sangue nas veias, e uma espécie de vida a animar-nos o coração.

2 comentários:

  1. maria.c21:32:00

    hmmm, que pensamentos negros para tempo de férias! :)

    ResponderEliminar
  2. Dou-te toda a razão (o problema aqui, é que as minhas férias "já eram" ;)

    ResponderEliminar

Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...