«Não me venham com cantigas sobre signos e símbolos porque, a verdade, é que a Lua tem a exacta forma e aspecto da laranja na minha mão, depois que eu espalho cola sobre a sua superfície e a pulverizo com gelo moído».

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...