Instruir

"A vida é uma carta fechada - proferiu o chefe da quadrilha com afectação filosófica - Nunca sabemos o que está lá dentro, e a minha experiência de vida diz-me que lá dentro não há trunfo nenhum, a menos que se consiga fazer batota".

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...