1001 postes na estrada

Depois de uma passagem de ano e meio pelo MSN/Windows Live, o Estrada de Santiago aterrou no Blogger. Desde então, foram publicadas mil mensagens neste blogue.
Este post, o milésimo primeiro, serve para assinalar essa trivialidade.

Obrigado a todos aqueles que alguma vez passaram por cá.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...