epitáfio

Em setenta e oito anos e trinta e dois dias de vida, precisou de, sensivelmente, dois biliões e meio de palavras para descobrir que não cabia em nenhuma delas,

nem mesmo nas da extrema-unção,

(depois disso, não procurou mais)


Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...