INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Arod

Os patins são como as asas de Hermes, fazem-nos voar. Comecei a aprender a andar de patins na casa da minha professora primária, onde recebia explicações depois das aulas. A filha dela, que era alta e linda, tinha patins e sabia andar bem, deslizando graciosamente como um cisne no passeio em cimento que circundava a casa. Determinado, convenci os meus pais a oferecerem-me uns e convenci a filha da professora a ensinar-me a andar neles.

Primeiras instruções, primeiros bate-cus sob as risadas musicais dela, e comecei a conseguir-me equilibrar e, depois, a andar uns parcos metros, com a asa direita erguida, pronto a apoiar-me nas paredes. Duas, três semanas de exercícios quase diários, e já andava, sem grandes mestrias nem aventuras. A minha instrutora, para me testar, desafiou-me para uma corrida em volta da casa, e eu aceitei, num excesso de entusiasmo. Posicionamo-nos um ao lado do outro, fizemos a contagem decrescente e arrancamos. Ela partiu como uma flecha, e eu persegui-a. Primeira esquina dobrada, e já só lhe vi a sombra na esquina seguinte, aumentei a passada e dobrei-a também, sem me lembrar do ramo de limoeiro que pendia sobre esse troço da pista, tentei baixar-me para o evitar, perdi a noção de onde tinha os pés e espalhei-me ao comprido. Recompus-me e coloquei-me em pé, analisando os estragos. Tinha os cotovelos esfolados e sangrava dum deles, peguei num punhado de terra dum canteiro e esfreguei-a na ferida até o sangue estancar. Tudo em ordem. Quando a minha oponente me alcançou, já eu estava sentado no banco de madeira, junto ao portão do jardim, expliquei-lhe que tinha caído, mas que não havia azar. Ela sentou-se ao meu lado, e conversamos um pouco, com os patins calçados. Chegaram os meus pais para me virem buscar, e eu despedi-me e fui ao encontro deles, às arrecuas, como um caranguejo - na queda, tinha rasgado os calções atrás, de alto a baixo.

A sombra dos dias

               Um galão direto e uma torrada com pouca manteiga  - pediu a empregada no balcão à colega. Podia até ter pedido antes,...