Mau jogo

Cilinha, muito franzina e amarelinha, desenhou a macaca com um giz no alcatrão da estrada, lançou a malha para a casa da terra e começou a jogar.
Saltitava feliz, quando o pára-choques do carro a apanhou, lançando-a em arco pelos ares até cair na casa do céu.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...