- Amigo, meu amigo - soluçava o moribundo - Eu quero que tu segures na asa do meu caixão.
- Porquê, amigo? Tens medo que ele voe?

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue