O último marxista

Como professor da escola Primária, queria juntar todos os alunos de todas as idades numa só sala de aula, com um só programa de ensino. Para os preparar para uma sociedade sem classes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

arenga sobre o amor

«Tu és a mulher amada: destrói-me! Tua beleza /Corrói minha carne como um ácido! Teu signo / É o da destruição! Nada resta / Depois de ti ...