INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Prole

Quando lhe nasceu o primeiro filho, um colega de trabalho ofereceu-lhe um Buda dos Mil Filhos, uma figura enorme do Buda com um manto azul (que lhe fez lembrar o Jabba do Star Wars), em cujas dobras se anichavam pequenas crianças sorridentes. Achou a prenda original, embora o nome fosse tenuemente ameaçador. Depois nasceram mais três filhos, intervalados por apenas doze meses. Ao quarto, avisou a mulher: Fecha a fábrica, ou vou ter de assaltar Bancos. A mulher concordou. Quatro era um bonito número, o número dos esteios do mundo e dos pontos cardeais. A coisa ficou por ali mas, há uns meses apenas, a mulher voltou a falar-lhe no assunto, porque estava alvoraçada com as medidas do Executivo para o apoio à maternidade. Sem perder a serenidade, pediu à mulher que pesquisasse no browser sobre a morada do Buda. Se o gajo conseguia criar mil filhos, talvez lhe pudesse confiar mais um ou dois.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Rainha

                Subiu lesto os parcos degraus que separavam o átrio do hotel do recinto sobrelevado onde haviam instalado a receção. Ab...