INSTRUÇÕES:

Outros dados, e cartas, no final da página

Negócio

Depois de ter aprendido a arte de cabeleireiro numa Inglaterra vitoriana onde era difícil viver desse mester, a sorte bafejou a vida de John Fallstuff. Ao exumarem o corpo de Elisabete Siddal, esposa do poeta Dante Rosseti, descobriram que o interior do caixão estava repleto com a sua ígnea cabeleira rubra. Crescera depois da morte, e parecia não parar de crescer. A família pediu-lhe ajuda. O corpo ficaria exposto no jazigo da família no Highgate Cemetery, e pagavam-lhe para lá ir de vez em quando cortar-lhe o cabelo para a tornar apresentável, apesar da carne em decomposição. Era uma renda, acrescida, porque descobriu que podia vender o cabelo a um fabricante de bonecas de porcelana. Com aquela receita constante, Fallstuff gozou uma vida de boémio e noctâmbulo, enquanto as coisas não se resolveram a seu desfavor como uma má ressaca. O fabricante de bonecas dispensou o cabelo da senhora, agora que se podia conseguir cabelo sintético mais barato e maleável, e a insigne senhora Siddal foi vítima de uma calvície galopante. Foi um terrível revés, de uma só vez perdeu o emprego, a casa e a mulher.

Dicionário

                O “seu” dicionário não tinha muitas palavras, e entre estas, havia muitas quase virginais, intocadas, outras devassadas e p...