Mito

Hero e Leandro eram amantes, mesmo vivendo em lados opostos do Estreito do Helesponto. Hero, sacerdotisa de Afrodite e proibida de amar, acendia uma tocha na sua torre, que guiava Leandro enquanto este atravessava o Estreito a nado para se lhe reunir. Leandro tinha sempre muito cuidado. Antes de atravessar, olhava com muita atenção para a direita e para a esquerda, para ver se não vinha ninguém, e só depois iniciava a travessia. Leandro amava Hero, Hero gostava de pecar com Leandro, mas cada vez menos, a travessia era longa e a água muito gelada, o archote estava cada vez mais mortiço. Uma noite, Hero apagou deliberadamente o archote, e Leandro foi colhido na passadeira.

Mensagens populares deste blogue

A viagem

Abril de 1918 - o caminho para uma Primavera de sangue